domingo, 29 de novembro de 2009

Enfim o CEJOVEM será empossado


Acompanhando o ritmo do atual gestor de Esporte e Juventude, emfim depois de 02 meses de espera, acontecerá a posse dos novos integrantes do Conselho Estadual de Juventude- CEJOVEM.

Extraoficialmente, vem sendo divulgado que a posse acontecerá no dia 1º Dezembro (terça-feira), ás 10:00h, no Palácio Henrique de La Roque.

Mantendo a tradição da falta de organização típica triste passagem de Roberto Costa pela SESPJUV, não foi expedido comunicado oficial aos Conselheiros que vem sabendo da notícia de forma aleatória.

Durante a solenidade mais uma vez Roberto Costa aproveitará para fazer sua politicagem, segundo fontes nossas, o ex-jovem já estaria com o dircurso pronto ao estilo carcará de fazer política. Dizem que de 10 palavras escritas, 11 são para atacar seu antecessor Weverton Rocha.

Estamos fazendo uma matéria especial para contar os bastidores da badalada eleição da Diretoria do CEJOVEM. A matéria será postada amanhã no "cagá dos pintos".

Tem gente apostando o salário de dezembro num possivel adiamento da cerimônia por conta da falta de articulação e organização do dublê de secretário, pelo sim e pelo não, sugerimos aos conselheiros que cheguem lá na madruga, para evitarem surpresas desagradaveis.

Vale o velho ditado: antes tarde do que nunca...

REPERCUTIU: Depois de acusar Weverton, Roberto Costa mantém o mesmo contrato com o IMAM

Depois de acusar o ex-secretário Weverton Rocha de fazer um contrato irregular com o Instituto Maranhense de Administração Municipal, o atual secretário, Roberto Costa, mantém o mesmo contrato com o IMAM, que a cada mês recebe mais de um milhão de reais.
De julho a outubro, segundo números do Portal da Transparência, o instituto já faturou R$ 5.834.711,53, para qualificar jovens maranhenses através do programa ProJovem Urbano, do governo federal.

Uma outra área que Costa também bate um bolão, é na distribuição de material esportivo. Somente com uma empresa, a Mendonça Esportes, ele gastou R$ 253.814,66, com equipagens, bolas e medalhas para coroar os vencedores, que pelo valor gasto R$ 28.487,50, não foram poucos.

E como temos um vasto litoral, o secretário colocou na conta R$ 20.745,00 em bolas de couro para futebol de praia.

Um outro esporte, que ele também gosta de praticar, é o vôo livre. Nos meses de setembro e outubro, a sua secretaria pagou para a Lucena Turismo mais de 200 mil reais em passagens aéreas.

Para quem disse quando assumiu o cargo que não encontro nenhum tostão nem mesmo para comprar um copo d’água, Costa conseguiu tirar leite de pedra, pois não há informação de que foi feito algum aditivo para a sua pasta.
Com sede, somente no mês de setembro ele gastou mais de 60 mil reais com água mineral.

Diante de tanta proeza, o secretário se viu obrigado a contratar uma empresa de marketing, a Markins Com. Marketing Pol. E. Instit, Ltda, que no mês de outubro recebeu pelos serviços, R$ 79.500,00

Fonte:www.jornalpequeno.com.br/blog/Raimundogarrone

Bira do Pindaré anuncia apoio à candidatura de Augusto Lobato


O advogado Bira do Pindaré, terceiro colocado na eleição interna do PT do Maranhão, anunciou ontem que irá apoiar Augusto Lobato em sua candidatura à presidência do PT-MA. A decisão de Bira foi anunciada após uma plenária realizada no Sindicato dos Bancários com o grupo que deu sustentação à sua candidatura no primeiro turno.

“Nós decidimos apoiar Lobato em nome da coerência que a gente prega, e também em razão da expectativa de um projeto alternativo para o PT em nosso Estado”, declarou Bira, ao comunicar seu apoio a Augusto Lobato, que ficou em segundo lugar no pleito realizado no domingo passado.

Augusto Lobato agradeceu o apoio de Bira e confirmou que se comprometeu em apoiá-lo em sua candidatura ao Senado em 2010. “Não vejo problema de apoiar o Bira como senador de nosso partido. Bira é uma liderança do PT e da sociedade e, já que é o desejo dele ser candidato a senador, pelo menos da nossa parte, ele terá todo o apoio possível”, declarou Lobato.

Ele acrescentou que, se conseguir se eleger presidente do PT-MA, irá respeitar todas as forças políticas que existem no partido. “É importante dizer que, pessoalmente, não tenho nada contra o Monteiro. Tenho respeito por ele. A questão é política. Ele defende apoio ao PMDB e nós defendemos outra posição”, frisou Lobato, referindo-se a Raimundo Monteiro, que ficou em primeiro lugar na disputa.

Lobato disse ainda que espera ganhar o apoio de Edmilson Carneiro e de Fransuila Farias, que também participaram do primeiro turno da eleição no PT-MA. “Tanto Edmilson quanto Fransuila são pré-candidatos a deputado estadual. E eu sou candidato a presidente do partido para cuidar dos interesses do PT no Maranhão”, assinalou Lobato.

Partidos pedem que Nelma Sarney não seja reconduzida ao TRE

Representantes de cinco partidos políticos - PDT, PT, PSDB, PTC e PPS - ingressaram com uma representação no Tribunal de Justiça do Estado, reivindicando que a desembargadora Nelma Sarney não seja reconduzida ao Tribunal Regional Eleitoral.

A representação, assinada pelos presidentes dos diretórios regionais dos cinco partidos, pede ainda que, no processo de escolha do próximo desembargador que comporá o TRE-MA, seja levado em consideração o princípio da imparcialidade do juiz, para que não haja a recondução de membro, que seja parente deste ou daquele outro notório pré-candidato às eleições de 2010.

Além de encaminhada ao TJ-MA, a carta dos cinco partidos foi enviada também ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Os signatários da carta - Julião Amin, Domingos Dutra, Roberto Rocha, Edivaldo Holanda e Paulo Matos - argumentam que "no Maranhão, às vésperas de mais uma eleição majoritária, temos a mais alta Corte estadual eleitoral presidida pela desembargadora Nelma Celeste Sousa Sarney, parente direta de prováveis candidatos a diversos cargos eletivos, inclusive da atual governadora - derrotada nas urnas e declarada eleita pelo próprio Judiciário - e de seu genro, que se apresenta abertamente como pré-candidato ao cargo de deputado estadual".

Eis o texto da carta encaminhada à cúpula do TJ-MA, do TSE e do CNJ: "A base filosófica da democracia é o respeito à opinião de cada cidadão e rendição das opiniões individuais à vontade majoritária. O voto da maioria prevalece e dele não se discute se certo ou errado. Admite-se o erro na escolha (o que pode prejudicar o futuro da comuna) mas nunca sua legitimidade (assentada na idéia de soberania popular).

Assim se espera também da justiça dos homens. Nunca será neutra, pois brota da experiência humana e da carga valorativa de cada um. Mas, na origem, há de ser imparcial, eqüidistante das partes. Essa é a vontade do ordenamento jurídico pátrio, codificada em diversos artigos que instituem todo um cabedal de recursos - de embargos a argüições de suspeição e impedimento - que consagram o ideal de imparcialidade do Judiciário.

No Maranhão, às vésperas de mais uma eleição majoritária, temos a mais alta Corte estadual eleitoral presidida pela desembargadora Nelma Celeste Sousa Sarney, parente direta de prováveis candidatos a diversos cargos eletivos, inclusive da atual governadora - derrotada nas urnas e declarada eleita pelo próprio Judiciário - e de seu genro, que se apresenta abertamente como pré-candidato ao cargo de deputado estadual.

Não se discutem os méritos jurídicos da presidente do Tribunal. Isso não está em jogo! O que está em causa é o princípio da imparcialidade, pedra de toque da confiança da cidadania na Justiça. Todos sabem que a primeira condição para o juiz exercer sua nobre missão é a de estar acima das partes e em igual distância delas. A imparcialidade é, portanto, uma garantia às partes de que o processo não será transformado em instrumento de iniqüidades, com a distribuição de favores aos amigos ou de danos aos adversários, a exemplo do que ocorreu no pleito passado (fato público e notório, com ampla repercussão nos meios de imprensa nacional).

Agrava-se o quadro com anúncio recente da nomeação, como titular do TRE-MA, do presidente da Fundação José Sarney, o advogado José Carlos Sousa Silva, que também advoga para o grupo Mirante de Comunicação, controlador dos instrumentos de radiodifusão de propriedade da família Sarney. Até onde vai a presunção da imparcialidade?

Diga-se, em defesa do princípio da imparcialidade, que ele chega a ser, também, uma garantia aos próprios juízes. Com efeito, a própria lei os resguarda de injunções e pressões familiares e de amigos próximos, através de instrumentos para que ele moto próprio se afaste do processo. A pressão que advém da intimidade familiar e de profundos vínculos afetivos, recomenda (rectius exige) que o próprio juiz mantenha distância dos conflitos desse jaez.

O próprio Código Eleitoral, doutro modo, tem dispositivo específico pra o afastamento de juiz quando presente candidatura de parente seu até segundo grau, em eleição dentro da área de sua jurisdição.

O certo é que o princípio da imparcialidade consagra um ideal, controla a falibilidade das decisões humanas, protege os vínculos afetivos dos juízes e reforça para a sociedade a sua confiança, senão nos juízes, mas na própria Justiça. Que o Maranhão não seja uma exceção a tão nobres princípios !!!

É o que esperam os partidos políticos que a esta subscrevem, rogando-se, pois, a essa augusta Corte de Justiça que - recebendo a presente missiva como processo administrativo - faça-a apensar aos autos do processo de escolha do próximo desembargador que comporá o egrégio Tribunal Regional Eleitoral de nosso Estado, levando-a em consideração, no sentido de prestigiar o princípio da imparcialidade do juiz, para que não haja a recondução de membro, que seja parente deste ou daquele outro notório pré-candidato.

Clama-se, pois, por Justiça e Imparcialidade!"

CEJOVEM emfim será empossado


Acompanhando o ritmo do atual gestor de Esporte e Juventude, emfim depois de 02 meses de espera, acontecerá a posse dos novos integrantes do Conselho Estadual de Juventude- CEJOVEM.

Extraoficialmente, vem sendo divulgado que a posse acontecerá no dia 1º Dezembro (terça-feira), ás 10:00h, no Palácio Henrique de La Roque.
Mantendo a tradição da falta de organização típica deste (des) governo, o eterno suplente e dublê de secretário, Roberto Costa, não expediu comunicado aos Conselheiros que vem sabendo da notícia de forma aleatória. Mesmo assim, estaremos lá!

Durante a solenidade mais uma vez Roberto Costa aproveitará para fazer sua politicagem, segundo fontes nossas, o ex-jovem já estaria com o dircurso pronto ao estilo carcará de fazer política. Dizem que de 10 palavras escritas, 11 são para atacar seu antecessor Weverton Rocha.

Estamos fazendo uma matéria especial para contar os bastidores da badalada eleição da Diretoria do CEJOVEM. A matéria será postada amanhã no "cagá dos pintos".

Vale o velho ditado: antes tarde do que nunca...

sábado, 28 de novembro de 2009

Weverton Rocha: O jovem que incomoda a Oligarquia!


O ex - Secretário de juventude Weverton Rocha vem sendo alvo constante de perseguição por parte do grupo Oligárquico. É justificável! Explico:

Weverton é único Ex - secretário de Juventude, que até hoje na história do nosso estado, demonstra ter potencial para disputar uma vaga na câmara federal, e isso tem incomodado o clã, pois Weverton será mais um combatente ao grupo.


E isso não é nada bom para eles, o atual quadro de Deputados Federais que compõe o grupo Oligárquico; Clóvis Fecury, Nice Lobão, Pedro Fernandes, Pedro Novais, Professor Sétimo, Zé Vieira e Waldir Maranhão; não chegam nem perto da força eleitoral que Weverton possui.


Esse jogo sujo e baixo que o Grupo da Governadora biônica e seu sistema mentira de comunicação fazem, é típico deles, invadem a vida pessoal das pessoas, montam provas contra pessoas de bem, enfim, o Weverton tem muito a incomodar mesmo, pois ao que tudo indica irá tomar uma vaga das figuras fantasmagóricas do grupo Sarney na câmara federal.

FONTE: www.danielsmotta.blogspot.com

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Roberto Costa é suplente até no CEJOVEM


Depois de 02 meses de espera, finalmente, o (des) governo do estado nomeou os membros do Conselho Estadual de Juventude (CEJOVEM). A nomeação está no diário oficial que circulou no dia 24 de Novembro (pág. 43) Falta agora a definição da data da cerimônia de posse.

ETERNAMENTE
O ex-jovem Roberto Costa parece ter paixão por uma suplência. Depois de amargar por duas eleições consecutivas (2002/2006)o posto de suplente (já foi até batizado de eterno suplente), agora resolveu ser suplente até no Conselho Estadual de Juventude. Veja na imagem.

Costa indicou como titular o seus assessor Ruy Pires, que é pretenso candidato ao cargo de presidente, mesmo tendo contra si nada mais, nada menos que 10 conselheiros eleitos pela sociedade civil.

Maldosos de plantão tem divulgado que Costa não disputará uma vaga na Assembléia, justamente para ser suplente de qualquer senador, assim vai garantir uma suplência mais demorada: 8 anos.


SEM TESÃO
O dublê de secretário inovou ao não compor o Conselho como titular. Não é imposição, mais tem sido convencional a participação de Secretários na condição de titular. Foi assim na gestão passada, quando Weverton Rocha foi titular do CEJOVEM.

Acontece assim também no Conselho Municipal de Juventude de São Luís, de Coelho Neto e de Afonso Cunha, em todos os gestores municipais compõem os respectivos conselhos como titualres.

NA ILEGALIDADE
Se não bastasse quase 60 dias para edição do ato de nomeação, que na nossa concepção só foi feito por medo do Ministério Público Estadual, a nomeação dos Conselheiros expôs a falta de compromisso do quase secretário para com o Conselho.

Devido a não elaboração de projeto de lei para reorganizar a composição do CEJOVEM, pela lei atual a Secretaria de Esporte e Juventude não teria assento no CEJOVEM, entretanto, Roberto Costa fez a indicação deixando o poder público com 14 integrantes, ferindo assim ao princípio da paridade, vez que a sociedade civil conta com 15 integrantes.

Roberto Costa corre o risco de não ser empossado nem como suplente, haja vista, que a indicação da SESPJUV não tem amparo legal e tem grande chances de ser invalidada pela justiça.

PURA MALDADE
O projeto que reorganizava o CEJOVEM foi encaminhado a Assembléia Legislativa pelo Governador Jackson Lago, atendendo a solicitação feita pelo próprio CEJOVEM formulado em reunião ocorrida no mês de Maio de 2008.

O projeto foi “derrubado” pela base roseanista, devidamente orientada pelo deputado Chico Gomes, mais conhecido como batatinha.
A atual gestão da SESPJUV não moveu um palha para elaboração de um novo projeto, tudo com intuito de prejudicar a atual Direção e desmobilizar a ação do CEJOVEM.
É o cumulo!

Secretaria Executiva do FEJMA se reunirá amanhã

A Secretaria Executiva do Fórum Estadual de Juventude do Maranhão- FEJMA se reunirá amanhã em São Luís. Na Pauta os preparativos para proxima reunião do Fórum que deverá acontecer em janeiro na Cidade de Pinheiros.

Deve ser debatido ainda a sonhada posse dos novos integrantes do Conselho Estadual de Juventude.

A Reunião acontecerá ás 9:00h, na sede do Conselho Estadual de Juventude no bairro da Alemanha.

Pinheiro terá Conselho Municipal de Juventude

O Prefeito de Pinheiro, José Arlindo, encaminhou para apreciação da Câmara Municipal o projeto de lei n° 022/2009 que cria o Conselho Municipal de Juventude de Pinheiro sob a sigla COMJUPI. O Conselho é um Órgão Permanente, Deliberativo, Consultivo e fiscalizador e será ligado a secretaria de assistência social.

O conselho tem como objetivos principais estudar, elaborar, analisar, aprovar e propor políticas que permitam a integração e a participação do jovem no processo social, ambiental, econômico, político e cultural do Município de Pinheiro.

O COMJUPI foi idealizado pela classe estudantil através da UEP - União Estudantil Pinheirense em parceria com a secretaria de assistência social, na pessoa da secretária Dilena Diniz, o projeto que cria o conselho será lido na sessão ordinária de 27/11 na Câmara Municipal de Pinheiro, por enquanto o que fica é a esperança que a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara não faça com está lei o que foi feito com a lei da carteira do estudante que quase não saia da referida comissão.

Com informações: www.pinheiroemfoco.blogspot.com

JUVENTUDE DO PDT FAZ REUNIÃO COM JACKSON LAGO


A Executiva Estadual da Juventude do Partido Democrático Trabalhista (PDT) realizou reunião com o Presidente Estadual do Partido, o ex-Governador Jackson Lago. A reunião teve como ponto central a discussão da atuação da JS/PDT no Maranhão.

Participaram ad reunião Saney Sampaio (Presidente), Cizernandes Serejo (Vice), Raimundo Penha (Secretário Geral), Vereadora Amanda Muniz (Articulação Política), Ulisses Fernando (Sec. De Movimentos Estudantis) e Victor Fontenelle (Presidente do MEI).

Durante a reunião Jackson Lago realatou as realizações de seus Governo para juventude do Maranhão, destacando a posse do 1º Conselho de Juventude do Maranhão, a realização da Semana Estadual de Juventudes, a implantação do PROJOVEM URBANO que atualmente atende 15 mil jovens em 35 cidades do Maranhão e a celebração de convênio com o Ministério do Trabalho para qualificação de 8.000 (oito mil) jovens através do programa PROJOVEM TRABALHADOR.

Os jovens presentes apresentação o plano de ação da JS/PDT e relataram da atuação da juventude nos Fóruns e Conselhos de Juventude e informaram ainda que o atual governo vem se recusando a dialogar com a sociedade civil, diferentemente do que aconteceu durante todo governo de Jackson Lago.

A RECONSTRUÇÃO
A Executiva estadual elaborou um plano de metas para os os primeiros seis meses de gestão. Será iniciado pela reestruturação das Direções Municipais onde a JS/PDT já estiver organizada e pela criação de comissão provisória onde ainda não há direção municipal. Outra meta será a realização de 05 encontros regionais que deverão acontecer no primeiro semestre de 2010.

ADESÃO
Foi destacado ainda as novas filiações a Juventude, enaltecendo a importância dos novos militantes que filiaram recentemente. Está sendo esperada novas adesões ainda no mês de dezembro.

ROSEANA CORTA 40 MILHÕES DA AGRICULTURA

Sinhá Roseana parece mesmo ter raiva do povo mais humilde do Maranhão. Não satisfeita com o seqüestro dos convênios que beneficiariam milhões de maranhenses, Roseana resolveu abrir sua caixa de maldades contra a população que não a elegeu.

No orçamento de 2010 encaminhado a Assembléia Legislativa, foram cortados recursos que beneficiariam a população mais carente do Maranhão. Exemplo: os recursos para agricultura foram reduzidos em praticamente 40 milhões de reais. Só para Lembrar, durante seu governo anterior que durou cerca de 8 anos, uma das sua maiores realizações foi extinguir a Secretaria de Estado da Agricultura.

Outros recursos importantes também foram reduzidos, foi assim com os recursos para saneamento básico e também para o trabalho. Curioso que a propaganda oficial (enganosa, diga-se de passagem) vem divulgando a instalação de grandes empreendimentos no Maranhão, sendo que a função do Estado é de qualificar a mão de obra para esse pretenso mercado, ao invés de ampliar os recursos, Sinhá Roseana resolveu diminuir. Assim quer o progresso do Maranhão, imagine se não quizesse...
Enquanto corta recursos da população mais carente, Sinhá aumenta além do limite a verba para comunicação, sua maior obra!

Compare o orçamento de 2009 e 2010:

2010 2009
R$ milhões % R$ milhões %
Funções
Educação – 1.348,9 – 23,84%……………………..1.138,8 – 24,38%
Saúde - 931,6 - 16,46%……………………..674,4 - 14,44%
Segurança- 640,2 - 11,31%………………………553,8 – 11,86%
Judiciária – 483,2 - 8,54%…………………………404,1 – 8,65%
Administração – 468,5 – 8,28……………………….404,0 -8,65%
Saneamento – 284,4 - 5,03%……………………….350,4 -7,50%Transporte - 425,3 - 7,52%……………………….221,4 – 4,73%
Legislativa – 233,2 - 4,12%……………………….211,4 – 4,53%
Justiça - 197,6 - 3,49%………………………..180,8 – 3,87%
Agricultura – 56,1 - 0,99%………………………..93,9 -2.01%
Assistência Soc. -169,1 – 2,99%……………………..89,2 – 1,91%
Habitação – 75,9 – 1,34%……………………………….89,2 – 1,67%Urbanismo – 77,0 – 1,36%……………………………..65,0 – 1,39%
Trabalho – 7,2. – 0,13%…………………………………52,9 – 1,13%Cultura – 42,8 – 0,76%……………………………………43,3 – 0,93%Direitos da Cidadania – 25,7 – 0,45%……………….31,4 – 0,67%
Comércio e Serviços – 56,7 – 1,00%…………………22,2 – 0,48%
Ciência e Tecnologia – 19,7 – 0,35%………………..21,4 – 0,46%
Energia – 4,0 – 0,07%………………………………………4,2 – 0,09%
Gestão ambiental – 8,1 -0,14%………………………..7,2 – 0,15%
Organização agrária – 18,5 – 033%…………………..7,0 – 0,15%
Indústria – 45,3 – 0,80%…………………………………..4,6 – 010%
Desporto e Lazer – 39,8 – 0,70%………………………11,2 – 0,24%

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

A FARRA DE ROBERTO COSTA...


O eterno suplente de deputado e dublê de secretário, Roberto Costa, finalmente deixou a máscara cair e mostrou a que veio. Revelamos aqui mais um “lote” de gastos extraordinários da atual gestão da SESPJUV. Gastos que mostram a contradição e a fome de um (des) governo. Confira:

INSTITUTO MARANHENSE DE ADMINIST. MUNICIPAL PG REF CONTRATO 023/08,1A ETAPA NF 576 2009NE01751 2009OB01612 17/09/2009 1.375.947,72
INSTITUTO MARANHENSE DE ADMINIST. MUNICIPAL PG REF CONTRATO DO IMAM 023/08 JUL/09 2009NE01752 2009OB01620 17/09/2009 1.384.771,99
INSTITUTO MARANHENSE DE ADMINIST. MUNICIPAL PG REF CONTRATO 23/08,IMAM SET/09 2009NE02170 2009OB02038 23/10/2009 1.498.728,38
INSTITUTO MARANHENSE DE ADMINIST. MUNICIPAL PG CONTRATO 23/08,IMAM MES OUT/09 2009NE02224 2009OB02081 28/10/2009 1.575.263,44
PAPO CABEÇA: O primeiro fato estranho é que Roberto Costa tem se dedicado 24 horas por dia para acusar o ex-gestor Weverton Rocha de ter contratado irregulamente o IMAM, mais curiosamente, Roberto Costa mantém o mesmo contrato e com pagamentos vultosos. No mês de setembro o IMAM embolsou quase 5 milhões de reais. Já no mês de outubro os pagamentos superaram a bagatela de 3 milhões.

MISTÉRIO: Se a contratação foi irregular, porque não houve a recisão do contrato?

MENDONCA ESPORTES PG REF NOTA FISCAL 818 2009NE01210 2009OB01904 01/10/2009 9.404,50MENDONCA ESPORTES PG REF NOTA FISCAL 819 2009NE01211 2009OB01905 01/10/2009 28.487,50MENDONCA ESPORTES PG MATERIAL ESPORTIVO NOTA FISCAL 820 2009NE01208 2009OB01903 01/10/2009 20.745,00MENDONCA ESPORTES PG REF NOTAS FISCAIS 835,836, 2009NE02027 2009OB01909 01/10/2009 85.554,00
MENDONCA ESPORTES PG REF MAT.ESPORTIVO CONF NF 817 2009NE01209 2009OB01902 01/10/2009 9.153,00MENDONCA ESPORTES PG REF MATERIAL NOTA FISCAL 839 2009NE02057 2009OB01956 08/10/2009 100.470,66
PAPO CABEÇA: Os gastos com material esportivo só no mês de outubro chegaram um pouquinho acima dos 250 mil reais. É material esportivo que dá para equipar o Maranhão todo.


C T LUCENA TURISMO PG PASSAGEM AEREA FATURA 67 2009NE00894 2009OB01973 15/10/2009 32.107,25
C T LUCENA TURISMO PG FORNECIMENTO DE PASSAGEM AEREA,NF 61 2009NE01771 2009OB01771 23/09/2009 113.136,91
C T LUCENA TURISMO PG FORNEC.PASSAGENS AEREA FATUTA 56 2009NE00894 2009OB01240 03/09/2009 46.967,68
C T LUCENA TURISMO PG PASSAGEM AEREA FATURA 67 2009NE00894 2009OB01973 15/10/2009 32.107,25
PAPO CABEÇA: Os gastos com passagens aéreas já ultrapassam a casa dos 200 mil reais. Roberto bem que poderia substituir Tadeu Palácio no turismo.

NATHALY REPRESENTACOES E DISTRIBUIDORA PG FORNECIMENTO AGUA MINERAL NF 154 2009NE01329 2009OB01891 29/09/2009 19.500,00
NATHALY REPRESENTACOES E DISTRIBUIDORA PG FORNECIMENTO AGUA MINERAL NF 155 2009NE01330 2009OB01890 29/09/2009 41.700,00PAPO CABEÇA: Aqui juntou a sede com a vontade de beber água. Os gastos com água mineral só no mês de setembro ultrapassaram os 60 mil reais. Para quem reclamava que não encontrou dinheiro nem para comprar um copo dágua, agora com esse montante dá para encher a piscina do castelinho e ainda transbordar!


MARKINS COM.MARKETING POL.E INSTIT. LTDA PG REF SERV PUBLICIDADE NOTA FISCAL 68 2009NE01207 2009OB01908 01/10/2009 79.500,00
PAPO CABEÇA: Haja propaganda! O ex-jovem achou pouco as 03 empresas de comunicação (Sotaque/ AB e VCR) contratadas para promover a imagem de Sinhá Roseana, ou melhor, perdão!, quis dizer para divulgar o (des) governo. Como a SESPJUV tem muitas ações, Roberto resolveu contratar uma empresa exclusiva para divulgar seu trabalho. O moço quer "ficar na mídia", literalmente.

Fontes deste blog tem afirmado que a empresa markins tem laços estreitissismos e no mínimo estranho com Roberto Costa. Segundo nossa fonte a empresa foi contratada por carta convite, quando seria muito mais correto a realização de um pregão presencial. Será verdade? Este blog estará apurando e contará os bastidores desta contratação nos próximos capítulos.

Perguntas que não querem calar: Seria legal a contratação dessa empresa? Quem são os proprietários? Onde funciona?

Promotor Marcos Valentim neles!

Fica a velha lição: Faça o que eu digo mais não faça o que eu faço!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

VIROU MODA: Governador de Rondônia na guilhotina...


Após a leitura do relatório feita pelo ministro Arnaldo Versiani, no julgamento do pedido de cassação do governador de Rondônia, Ivo Cassol, e do vice João Cahulla, o procurador-geral Eleitoral, Roberto Gurgel (foto), expôs os motivos para pedir a cassação dos dois por compra de votos e abuso de poder econômico nas eleições de 2006.

De acordo com o procurador-geral, a compra de votos ficou amplamente comprovada em inúmeros depoimentos de vigilantes que trabalhavam em uma empresa de segurança de propriedade do irmão do candidato ao Senado Expedito Júnior. Relatou que, perto das eleições, a quase totalidade dos vigilantes foi procurada por fiscais da empresa, sob a promessa do recebimento de R$ 100 por depósito em conta corrente para que votassem no candidato à reeleição Ivo Cassol.

Sustentou que o Ministério Público Eleitoral (MPE) requisitou instalação de inquérito policial, onde ficou comprovado que os R$ 100 foram depositados nas contas dos vigilantes. “A compra de votos ficou amplamente comprovada, evidenciada em inúmeros depoimentos de vigilantes”, disse o procurador-geral. Segundo ele, além dos depoimentos e das informações das agências do Banco do Brasil para o pagamento do dinheiro, houve o uso da Secretaria de Segurança Pública do estado na tentativa de coagir os funcionários a mudarem os depoimentos. No entanto, afirmou, “os depoimentos são harmônicos, complementares e coesos entre si e demonstram a realização de captação de votos”.

PEDIDO DE VISTAS INTERROMPE JULGAMENTOUm pedido de vista do ministro Ricardo Lewandowski interrompeu na noite desta terça-feira (24) o julgamento do governador de Rondônia, Ivo Cassol e de seu vice, João Aparecido Cahulla. A interrupção ocorreu após o voto do relator, ministro Arnaldo Versiani, que rejeitou o pedido de cassação do mandato do governador. Também votou na sessão de hoje o presidente da Corte, ministro Ayres Britto, que abriu divergência ao considerar que há provas suficientes para cassar o mandato.

Voto do relator
O ministro Arnaldo Versiani votou contra a cassação por entender que o governador Ivo Cassol não participou do esquema montado dentro da empresa de vigilância.

“Esse conjunto de elementos não me leva a concluir pela participação direta ou indireta, nem mesmo pela anuência, conhecimento ou ciência pelo recorrido Ivo Cassol do esquema de compra de votos montados na empresa de vigilância Rocha”, afirmou.

Versiani também destacou que nenhuma das testemunhas teve diálogo presencial com Ivo Cassol e que todos os depoimentos indicam que outras pessoas falariam e ofereceriam vantagem em nome do governador e, portanto, são testemunhas “de ouvir dizer, o que não oferece qualquer juízo de valor efetivo”.

Apesar de reconhecer que houve comprovação da compra de votos, o ministro ponderou que não há provas da participação ou conhecimento do governador.

“Embora esteja, a meu ver, comprovada a tentativa injustificável e até mesmo incompreensível de interferência deliberada nos trabalhos de investigação da Polícia Federal, especialmente quanto à coação de testemunhas, daí não se segue, entretanto, que o recorrido Ivo Cassol tivesse ciência do que se passava dentro de ambiente da empresa” da família de Expedito Júnior.

Para o relator, o esquema era voltado a eleição de familiares do administrador daquela empresa: Expedito Júnior, sua esposa e seu irmão, “beneficiários diretos e inequívocos daquele ilícito”.

Divergência
O ministro Ayres Britto abriu a divergência e julgou procedente o pedido do MPE para cassar o mandato do governador. Ele destacou que ficou muito impressionado com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia, que decidiu pela cassação tanto de Expedito Júnior quanto de Ivo Cassol, por unanimidade.

Segundo o TRE, Ivo Cassol sabia da compra de votos e consentiu com o que ocorria “pois é praticamente impossível acreditar que no seu dia a dia de campanha, lado a lado com Expedito Júnior, ele não soubesse do esquema que ocorria dentro do seu comitê”.

Para o presidente, “há sólido lastro factual que leva à seguinte conclusão: há ciência e, consequentemente, anuência dos recorridos quanto a captação ilícita de sufrágio”. Por isso, acredita que a legitimidade da eleição ficou comprometida e que a cassação por parte do TRE não foi baseada em meras presunções.

Por fim, afirmou que, se o governador quisesse recuar do esquema e também da intimidação de testemunhas teria condições para fazê-lo e não fez. “Há um bloco de evidências e indícios fortes para caracterizar essa ação conjunta”.

O julgamento será retomado com o voto do ministro Ricardo Lewandowski em data ainda a ser definida.

Eles se merecem...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Visita Indesejável

O mesmo país que tentou oferecer segurança e consolo a vítimas do Holocausto estende honras a quem banaliza o mal absoluto?

É desconfortável recebermos no Brasil o chefe de um regime ditatorial e repressivo. Afinal, temos um passado recente de luta contra a ditadura e firmamos na Constituição de 1988 os ideais de democracia e direitos humanos. Uma coisa são relações diplomáticas com ditaduras, outra é hospedar em casa os seus chefes.

O presidente Ahmadinejad, do Irã, acaba de ser reconduzido ao poder por eleições notoriamente fraudulentas. A fraude foi tão ostensiva que dura até hoje no país a onda de revolta desencadeada. Passados vários meses, os participantes de protestos pacíficos são brutalizados por bandos fascistas que não hesitam em assassinar manifestantes indefesos, como a jovem estudante que se tornou símbolo mundial da resistência iraniana. Presos, torturados, sexualmente violentados nas prisões, os opositores são condenados, alguns à morte, em julgamentos monstros que lembram os processos estalinistas de Moscou.

Como reagiríamos se apenas um décimo disso estivesse ocorrendo no Paraguai ou, digamos, em Honduras, onde nos mostramos tão indignados ao condenar a destituição de um presidente? Enquanto em Tegucigalpa nos negamos a aceitar o mínimo contacto com o governo de fato, tem sentido receber de braços abertos o homem cujo ministro da Defesa é procurado pela Interpol devido ao atentado ao centro comunitário judaico em Buenos Aires, que causou em 1994 a morte de 85 pessoas?

A acusação nesse caso não provém dos americanos ou israelenses. Foi por iniciativa do governo argentino que o nome foi incluído na lista dos terroristas buscados pela Justiça. Se Brasília tem dúvidas, por que não pergunta à nossa amiga, a presidente Cristina Kirchner?

Democracia e direitos humanos são indivisíveis e devem ser defendidos em qualquer parte do mundo. É incoerente proceder como se esses valores perdessem importância na razão direta do afastamento geográfico. Tampouco é admissível honrar os que deram a vida para combater a ditadura no Brasil, na Argentina, no Chile e confratenizar-se com os que torturam e condenam à morte os opositores no Irã. Com que autoridade festejaremos em março de 2010 os 25 anos do fim da ditadura e do início da Nova República?

O extremismo e o gosto de provocação em Ahmadinejad o converteram no mais tristemente célebre negador do Holocausto, o diabólico extermínio de milhões de seres humanos, crianças, mulheres, velhos, apenas por serem judeus. Outros milhares foram massacrados por serem ciganos, homossexuais e pessoas com deficiência. O Brasil se o rgulha de ter recebido muitos dos sobreviventes desse crime abominável, que não pode ser esquecido nem perdoado, quanto menos negado. O mesmo país que tentou oferecer um pouco de segurança e consolo a vítimas como Stefan Zweig e Anatol Rosenfeld agora estende honras a alguém que usa seu cargo para banalizar o mal absoluto?

As contradições não param por aí. O Brasil aceitou o Tratado de Não Proliferação Nuclear e, juntamente com a Argentina, firmou com a Agência Internacional de Energia Atômica um acordo de salvaguardas que abre nossas instalações nucleares ao escrutínio da ONU. Consolidou com isso suas credenciais de aspirante responsável ao Conselho de Segurança e expoente no mundo de uma cultura de paz ininterrupta há quase 140 anos com todos os vizinhos. Por que depreciar esse patrimônio para abraçar o chefe de um governo contra o qual o Conselho de Segurança cansou de aprovar resoluções não acatadas, exortando-o a deter suas atividades de proliferação?

Enfim, trata-se da indesejável visita de um símbolo da negação de tudo o que explica a projeção do Brasil no mundo. Essa projeção provém não das ameaças de bombas ou da coação econômica, que não praticamos, mas do exemplo de pacifismo e moderação, dos valores de democracia, direitos humanos e tolerância encarnados em nossa Constituição como a mais autêntica expressão da maneira de ser do povo brasileiro.


JOSÉ SERRA, 67, economista, é o governador de São Paulo. Foi senador pelo PSDB-SP (1995-2002) e ministro do Planejamento e da Saúde (governo Fernando Henrique Cardoso) e prefeito de São Paulo (2005-2006).
fonte: www.josereinaldotavares.blogspot.com

Weverton Rocha fala sobre obras do Costa Rodrigues


O vice-presidente da Juventude Socialista e ex-secretário estadual de Esportes e Juventude, Weverton Rocha, rebateu nesta segunda-feira (23) todas as acusações feitas nos últimos meses referentes às obras realizadas no ginásio Costa Rodrigues, durante sua gestão. Weverton reuniu a imprensa em uma coletiva realizada na sede do PDT, acompanhado do presidente em exercício do partido, vereador Ivaldo Rodrigues e distribuiu cópias de documentos comprovando que as operações foram realizadas dentro da legalidade.

Em 2008, após o Conselho Regional de Engenharia (CREA) interditar o local pelos riscos que oferecia, o então secretário Weverton, contratou um estudo e projeto de reforma e ampliação do ginásio, que previu uma completa reestruturação do complexo, autorizando em seguida a contratação em regime de emergência para execução dos serviços.

Durante a obra, porém, foi detectado comprometimento nas colunas metálicas de sustentação da estrutura, o que ocasionou a demolição do ginásio para posterior reconstrução.

A reconstrução do ginásio foi iniciada em abril e segundo Weverton a idéia era que fosse concluída até o início de julho para que os Jogos Escolares Maranhenses (Jem´s), acontecessem no local. “Com o golpe aplicado pela atual administração para que Jackson saísse do governo, resolvi pagar toda a obra para garantir sua execução, era um compromisso com os estudantes e com a cidade que até então não possuía nenhum ginásio que atendesse aos padrões exigidos pelas confederações brasileiras de todas as modalidades esportivas” assegurou Weverton. Para ele, apesar de não ser uma prática comum o governo realizar pagamentos antes da execução de uma obra, o temor de que a obra fosse abandonada, e que a classe estudantil fosse prejudicada, justifica sua ação.

Quando saiu da administração estadual, Weverton deixou o ginásio já em fase de demolição para que fosse executada a nova obra. Acusado de ter embolsado nada menos que os R$ 5 milhões utilizados no pagamento da obra, Rocha mostrou através de planilhas orçamentárias e de fotos, que comprovam a continuidade da obra, que as acusações que lhe atribuíram não passavam de retaliação política ao governo do qual fez parte. Hoje já com a parte estrutural totalmente concluída o ginásio encontra-se com a obra paralisada. “É mais uma armação do secretário de Esportes e Juventude para tentar desacreditar o governo de Jackson,” afirmou o vice- presidente da Juventude Socialista.

Além de responder a questões sobre o ginásio, Weverton ainda falou sobre os bens que lhe foram atribuídos como “comprovação” de desvio nos recursos da secretaria, entre eles quitinetes no São Cristovão, que de acordo com sua declaração do imposto de renda já lhe pertence desde 2005, uma “mansão” no Olho D´água, casa cuja compra foi efetuada através de financiamento e que conforme seu imposto de renda, está compatível com seus rendimentos, e até uma empresa de ônibus em Açailândia, que como ficou provado, pertence a sua irmã em regime de arrendamento.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Feira do livro terá programação para juventude

A juventude terá um espaço excluisivo na feira do livro. O nome se chama: CASA DA JUVENTUDE- JUVENTUDES: O MARCO DA DIVERSIDADE . A idéia partiu do jovem Marcio Santos e foi prontamente aceita pelo Presidente da FUNC, Euclides Moreira Lima.

Confira a programação:

Dia 21/11/2009
• TEMA EM DEBATE: PRODUÇÃO LITERÁRIA JUVENIL
Horário: 16:00 às 18:00

• Intervalo: Exibição de Curtas
Horário: 18:00 às 18:35

• LANÇAMENTO DO LIVRO BREGANEJO BLUES
Autor: Bruno Azevedo
Horário: 18:35 às 20:35

• Apresentação Cultural
Horario: 20:35 às 21:00

Dia 22/11/2009

• TEMA EM DEBATE: TECNOLOGIA, MIDIA E INFORMAÇÃO
Horário: 16:00 às 18h:00

• Intervalo: Exibição de Curtas
Horário: 18:00 às 18:35

• TEMA EM DEBATE: SEXUALIDADE, SÁUDE E JUVENTUDE
Horário: 18:35 às 20:35

• Apresentação Cultural
Horario: 20:35 às 21:00

Dia 23/11/2009

• TEMA EM DEBATE: JUVENTUDE, CIDADANIA E CULTURA
Horário: 16:00 às 18h:00

• Intervalo: Exibição de Curtas
Horário: 18:00 às 18:35

• TEMA EM DEBATE: MAIORIDADE PENAL E GARANTIA DOS DIREITOS JUVENIS
Horário: 18:35 às 20:35

• Apresentação Cultural
Horario: 20:35 às 21:00

Dia 24/11/2009
• TEMA EM DEBATE: JUVENTUDE RURAL E PERIFÉRIA URBANA
Horário: 16:00 às 18:00

Intervalo: Exibição de Curtas
Horário: 18:00 às 18:35

• TEMA EM DEBATE: O TRÂNSPORTE PUBLICO E A REALIDADE DA JUVENTUDE
Horário: 18:35 às 20:35

• Apresentação Cultural
Horario: 20:35 às 21:00

Dia 25/11/2009
• TEMA EM DEBATE: A POLITICA DESPORTIVA NO COTIDIANO DA JUVENTUDE
Horário: 16:00 às 18:00

• Intervalo: Exibição de Curtas
Horário: 18:00 às 18:35

• TEMA EM DEBATE: A DISCUSSÃO AMBIENTAL NO CONTEXTO JUVENIL
Horário: 18:35 às 20:35

• Apresentação Cultural
Horario: 20:35 às 21:00

• LANÇAMENTO DE LIVRO E PALESTRA COM ATRIZ GLOBAL LEONA CAVALI
Horário: 21:00
Local: Auditório central

Dia 26/11/2009

• TEMA EM DEBATE: IGUALDADE RACIAL E DE GENÊRO
Horário: 16:00 ás 18:00

• Intervalo: Exibição de Curtas
Horário: 18:00 às 18:35

• TEMA EM DEBATE: EMPREENDEDORISMO JUVENIL
Horário: 18:35 às 20:35

• Apresentação Cultural
Horario: 20:35 às 21:00

Dia 27/11/2009
• TEMA EM DEBATE: JUVENTUDE E EDUCAÇÃO
Horário: 16:00 às 18:00

• Intervalo: Exibição de Curtas
Horário: 18:00 às 18:35

• TEMA EM DEBATE: JUVENTUDE E PARTICIPAÇÃO POLITICA
Horário: 18:35 às 20:35

• Apresentação Cultural
Horario: 20:35 às 21:00

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Os gastos de Roberto Costa: coisas que a mirante não enxerga!


Casa de ferreiro, espeto de pau!, já dizia minha vó. Assim funciona a atual gestão da SESPJUV sob o comando do eterno suplente e dublê de secretário, Roberto Costa.

Enquanto o sistema mirante (apelidado de sistema mentira), bombardeia a gestão de Weverton Rocha, este mesmo sistema não fala uma linha sequer dos gastos faraônicos na gestão atual.

Costuma-se falar que a política de juventude é transversal, veja como Roberto Costa faz a trasversalidade dos recursos públicos no governo do estado.

1)
ANNE LORENA ROLIM PG SERV PRESTADO NO JEMS/09 2009NE00528 2009OB00438 17/07/2009 1.300,00
ANNE LORENA ROLIM PG SERV PREST JEMS/09 2009NE00470 2009OB00393 17/07/2009 300,00
ANNE LORENA ROLIM REF.SERV.PRESTADOS JEMS/09. 2009NE00472 2009OB00394 17/07/2009 300,00
ANNE LORENA ROLIM REF.SERV.PREST.JOGOS ESCOLARES JEMS/09 2009NE00534 2009OB00451 17/07/2009 240,00
ANNE LORENA ROLIM REF.SERV.PRESTADOS JOGOS ESCOLARES JEMS 2009NE00552 2009OB00468 17/07/2009 300,00
ANNE LORENA ROLIM PG SERV PRESTADO NO JEMS/09 2009NE00899 2009OB00846 12/08/2009 800,00
ANNE LORENA ROLIM REF.SERV.PRESTADOS JOGOS JEMS/09 2009NE00933 2009OB00904 17/08/2009 1.400,00
ANNE LORENA ROLIM REF.SERV.PREST.JOGOS JEMS/09 IMPERATRIZ. 2009NE01014 2009OB00974 20/08/2009 1.000,00
ANNE LORENA ROLIM REF.SERV.PRESTADOS JOGOS JEMS/09. 2009NE01221 2009OB01114 01/09/2009 1.400,00
ANNE LORENA ROLIM PG SERV PREST AUXILIAR MATERIAL JEMS/09 2009NE01541 2009OB01380 10/09/2009 300,00
ANNE LORENA ROLIM PG SERV ARBITRAGEM ATLETISMO JEMS 2009NE01894 2009OB01712 22/09/2009 1.400,00
TOTAL------------------8.740,00

PAPO CABEÇA: Um tanto quanto curioso. Se levar em consideração que os Jem´s são realizados por um período de 15 dias não dará para não dizer que Roberto não é um patrão generoso. Outro detalhe é que eis aqui uma profissional polivalente, veja que ora trabalhava como auxiliar de material, ora como árbitra.

2)
THAISSA BESERRA SILVA REF.SERV.PRESTADOS JOGOS ESCOLARES JEMS/ 2009NE00551 2009OB00467 17/07/2009 300,00
THAISSA BESERRA SILVA PG SERV PRESTADO NO JEMS/09 2009NE00490 2009OB00406 17/07/2009 600,00
THAISSA BESERRA SILVA REF.SERVICOS PREST.JOGOS ESCOLARES JEMS 2009NE00500 2009OB00424 17/07/2009 1.000,00
THAISSA BESERRA SILVA REF.SERV.PREST.JOGOS ESCOLARES JEMS/09 2009NE00542 2009OB00459 17/07/2009 240,00
THAISSA BESERRA SILVA PG SERV PRESTADO NO JEMS/09 2009NE00668 2009OB00583 22/07/2009 240,00
THAISSA BESERRA SILVA REF.SERV.PREST.JOGOS JEMS IMPERATRIZ. 2009NE01011 2009OB00973 20/08/2009 1.000,00
THAISSA BESERRA SILVA REF.SERV.PRESTADOS JOGOS JEMS/09 2009NE01218 2009OB01111 01/09/2009 1.400,00
TOTAL: -----------------4.780,00


3)
MASV MARANHAO SEGURANCA E VIGILANCIA LTDA PG SERV VIGILANCIA MES MAI/09 2009NE00628 2009OB00543 22/07/2009 34.800,00
MASV MARANHAO SEGURANCA E VIGILANCIA LTDA PG SERV VIGILANCIA MES JUN/09 2009NE00630 2009OB00544 22/07/2009 34.800,00
EXATA - VIGILANCIA PRIVADA LTDA REF.LIQUIDACAO N.FISCAL 1608 MES JUNHO. 2009NE00757 2009OB00683 24/07/2009 32.500,00
EXATA - VIGILANCIA PRIVADA LTDA REF.LIQUIDACAO N.FISCAL N1606 MES MAIO 2009NE00754 2009OB00682 24/07/2009 32.500,00
MASV MARANHAO SEGURANCA E VIGILANCIA LTDA PG SERV VIGILANCIA MES JUL/09 2009NE00877 2009OB00821 06/08/2009 34.800,00
EXATA - VIGILANCIA PRIVADA LTDA PG SERV VIGILANCIA DO MES MAR/09 2009NE01008 2009OB00969 20/08/2009 32.500,00
EXATA - VIGILANCIA PRIVADA LTDA PG SERV DE VIGILANCIA DO MES ABRIL/09 2009NE01007 2009OB00968 20/08/2009 32.500,00
MASV MARANHAO SEGURANCA E VIGILANCIA LTDA PG SERV VIGILANCIA DO MES AGO/09 2009NE02009 2009OB01839 25/09/2009 34.800,00

PAPO CABEÇA: Aqui Roberto Costa dá uma forcinha ao Secretário de Segurança Raimundo Cutrim. Costa paga duas empresas de segurança ao mesmo tempo. Isso que é segurnça.
Onde estão lotados esses segurnças?

4)
DISTRIBUIDORA MAXIMUS PG MATERIAL MEDICO JEMS/09 NF 1523 2009NE00714 2009OB00966 19/08/2009 64.416,00

PAPO CABEÇA: Agora Roberto Costa dá uma forcinha na saúde.
Não seria mais fácil conveniar com a Secretaria de Estado da Saúde para fornecer esses materias gratuitamente?

5)
K E F MALHAS TECIDOS E ARMARINHOS LTDA PG CONFECACAO DE CAMISAS NF 002 2009NE01116 2009OB01229 03/09/2009 36.855,00

6)
C T LUCENA TURISMO PG FORNEC.PASSAGENS AEREA FATUTA 56 2009NE00894 2009OB01240 03/09/2009 46.967,68
C T LUCENA TURISMO PG FORNECIMENTO DE PASSAGEM AEREA,NF 61 2009NE01771 2009OB01771 23/09/2009 113.136,91

PAPO CABEÇA: Por isso que a galera diz que o secretrário vive viajando, literalmente!

7)
NATHALY REPRESENTACOES E DISTRIBUIDORA PG FORNECIMENTO AGUA MINERAL NF 155 2009NE01330 2009OB01890 29/09/2009 41.700,00
NATHALY REPRESENTACOES E DISTRIBUIDORA PG FORNECIMENTO AGUA MINERAL NF 154 2009NE01329 2009OB01891 29/09/2009 19.500,00

PAPO CABEÇA: Agora o ex-jovem dá uma forcinha para CAEMA. Acho que devem ter enchido a piscina do castelinho com água mineral.

8)
DENIS HENRIQUE PONTES DA SILVA PG REF SERV PREST NA WEB SITE,SECRETARIA 2009NE01005 2009OB00970 20/08/2009 2.266,34

PAPO CABEÇA: Como não podia faltar, ele ajuda a SECOM.

domingo, 15 de novembro de 2009

DESESPEROU: Ruy Pires tenta acordo com balaios


O candidatíssimo a presidente do Conselho Estadual de Juventude, Ruy Pires, surpreedeu o meio político juvenil ao buscar o apoio da ala balaia para eleição da direção do Conselho Estadual de Juventude- CEJOVEM.

Desde o começo da semana passada aliados e amigos de Pires tem intensificado conversa com Conselheiros eleitos. Os aliados tem dito que Ruy pretende fazer uma "gestão compartilhada" e que dará vez para que todos participem. Tu jura?

O candidato já chegou a financiar um almoço com o Conselheiro Olimpio Araújo, isso mesmo, o almoço aconteceu no São Luís shopping e foi intermediado por amigos comuns de Ruy e Olimpio.

Na conversa, muito descontraída e regada a muitos chops, segundo nossa fonte, Ruy pediu votos e sobretudo o apoio de Olimpio para que não houvesse nenhum "vexame" durante a posse e na eleição. Quando Pires fala "vexame", leia-se vaias e votos nulos. Em "troca" Ruy Pires propôs que os dois cargos restante de Direção do CEJOVEM (Vice-Presidente e Secretário Geral) fossem ocupados pela sociedade civil, quem sabe até por um balaio.

Pergunta que não quer calar: Se os aliados de Ruy dizem que ele já está eleito, porque tá pedindo "pinico" para balaios?

Detalhe: Ruy bom de papo como é, só não disse que cargos pertecem ao poder público e somente uma alteração na lei e no Regimento Interno do CEJOVEM poderiam promover tal mudança. Para mudar a Lei precisa aprovação na Assembléia Legislativa. Já o Regimento para sofrer mudanças necessita de uma reunião e posterior publicação no Diário Oficial do Estado. Trocando em miúdos, isto seria lá para meados de 2010, ou talvez, na outra encarnação! Olha só, subestimando a inteligência balaia.

Por essas e por outras que o blogueiro roseanista Marcos D`eça acusa Roberto Costa de ter alma balaia...

A VERSÃO BALAIA
O Conselheiro Olimpio Araújo negou que tenha fechado acordo com o candidato Ruy Pires, no entanto confirmou que participou de uma conversa com Pires, negando que esta tenha sido regada a "chops". Olimpio foi para reunião achando que tratava-se de assunto referente a organização da posse e não de eleição. Finaliza afirmando que decidirá seu voto juntamente com os demais Conselheiros não subservientes ao (des) governo de sinhá Roseana. Olímpio sugere ainda que os Conselheiros da sociedade civil se reunir nos próximos dias para tratar da posse e tomar uma decisão conjunta a respeito da eleição para presidência do CEJOVEM.

RUY PASSA O TRATOR EM ROBERTO COSTA
Como bom Roseanista que é, Ruy investiu pesado nas pequisas e em publicidade. Montou uma rede de blogueiros e eleitores virtuais, formado em sua maioria por funcionários da própria SESPJUV, por concidência do destino, parte deles seus subordinados.

Como resultado apareceram uma série de notinhas tecendo elogios a sua candidatura e comparando sua biografia a de Madre Teresa. Na enquete deste blog, Pires atropelou seu principal empecilho até então: Assis Filho.

Pior, deu uma demonstração que faz qualquer coisa pelo poder,inclusive passar por cima de quem quer que seja, tanto que seu chefe, o eterno suplente Roberto Costa, terminou a enquete com 0% (zero por cento). Haja popularidade!

Confira o resultado da enquete.
Quem vc acha que deve ser o próximo presidente do CEJOVEM?
Ruy Pires------86%
Assis Filho-----7%
Roberto Costa---0%
Nenhum----------4

PARA ENTENDER
o Conselho Estadual de Juventude é composto por 30 membros. 15 são indicados pelo governo e 15 pela sociedade civil.

Para direção do CEJOVEM impera o princípio da alternância. A atual direção é composta por integrantes da sociedade civil, cabendo aos membros do poder público a gestão que vai iniciar.

Só pode fazer parte da Direção (composta por Presidente, Vice-Presidente e Secretário Geral), os Conselheiros indicados pelo poder público. A diretoria é eleita na primeira reunião que acontece logo após a posse.

Detalhe: no CEJOVEM não tem voto secreto, o voto é aberto.

Ex-secretário de Esportes diz que vai falar sobre obra do Ginásio Costa Rodrigues

O ex-secretário de esportes e juventude, Werverton Rocha, vai conceder entrevista coletiva na próxima sexta-feira para falar sobre as obras do Ginásio Costa Rodrigues, que foram inteiramente pagas durante a sua gestão, mas estão paralisadas por decisão do atual ocupante da pasta, Roberto Costa.

Ele pretende esclarecer devidamente os fatos que envolvem a reforma do ginásio e a decisão de paralisar as obras em busca de dividendos políticos independente do prejuízo de milhares de jovens, que utilizam aquela praça desportiva.

A utilização política do episódio foi evidenciada pelo próprio Sistema Mirante de Comunicação, através do blog do jornalista Marcos D’Eça, na sexta-feira, dia 13, que no afã de atacar o ex-secretário, escreveu que a não conclusão da obra foi uma decisão de Roberto Costa para criar um fantasma a rondar uma possível candidatura de Werverton Rocha, como também para atingir o ex-governador Jackson Lago.

O contrato de R$ 5,3 milhões foi feito com a Maresias Construções, empresa que foi impedida de continuar com os trabalhos de reforma. O empresário Leonardo Arcoverde já avisou que basta o atual governo autorizar, que ele conclui a obra pela qual já foi devidamente pago.

Na coletiva, Werverton pretende mostrar toda a documentação referente à reforma do Costa Rodrigues, cobrar a conclusão das obras e desmontar o ardil político armado contra ele e contra o ex-governador Jackson Lago

Fonte: www.jornalpequeno.com.br

sábado, 14 de novembro de 2009

Charge eletrônica

Roseana tentou impedir visita de Jackson ao PAC do Rio Anil

Estive hoje pela manhã reunido com lideranças comunitárias do bairro da liberdade, fui participar de uma roda de diálogo para construção do "I Festival de Juventude da Liberdade", cujo objetivo é reunir as experiências bem sucedidas aplicadas no bairro da Liberdade, que é uma das maiores periferias de São Luís.

A grande surpresa veio no final da reunião, algumas lideranças presentes me relataram que membros do (des) governo de Sinhá Roseana tentaram boicotar a visita que o ex- Governador Jackson Lago fez ao projeto PAC RIO ANIL, cujas obras foram iniciadas em sua gestão.

Pelas informações repassadas, os roseanistas queriam criar um fato negativo que trasnparecesse que a população era contra a presença de Jackson. Dai chegarm a tentar aliciar as lidernaças comunitárias para que "viabiliza$$em" moradores para vaiarem e colocarem faixas de protestos contra a presença do Dr. Jackson. A estratégia era para parecer tudo espontâneo. Queriam com isso criar um fato para culpar Jackson pelo atraso das obras e criar o clima de que São Luís é contra Jackson.

TIRO PELA CULATRA
Os aliciadores ouviram um sonoro NÃO, daquele de deixar irritado qualquer secretário de Estado e de colocar por terra uma CIDADE toda.

Achavam que seria fácil coopitar ou comprar as lidernças, por se tratar de pessoas de um bairro carente. Erraram feio! Diante da recusa da comunidade partiram para o plano b.

O secretário de Estado das Cidades, Filadelfo Mendes, mais conhecido como Filuca, por coincidência do destino convocou os integrantes da Comissão de Acompanhamento das Obras (CAO) para uma reunião no dia 12, ás 16:00h, na Secretaria das Cidades. Por coincidência do destino, o horário era o mesmo da visita de Jackson Lago.

A CAO é uma comissão formada por integrantes da própria comunidade. São responsáveis por acompanhar o andamento das obras e de intermediarem as reinvidicações da comunidade do projeto junto aos governos estadual e federal.

FORTE É O POVOOs governistas só não contavam com a coragem de Jackson Lago e com a sinceridade da comunidade. Mesmo tentanto ingessar a mioria das lidernças (pois grande parte compõe a CAO) o povo deu a resposta.

O FEITIÇO VIROU CONTRA O FEITICEIRO
Não conseguindo "melar" a visita e para não ficar com cara de paisagem de foto do Rio Pericumã, Filuca resolveu também fazer uma visita a comunidade, isto depois de quase 1 ano investido na função de secretário.

A visita foi realizada hoje pela manhã (sábado), Filuca acompanhado de seus assessores foi ao local e aproveitou para conversar com a comunidade (Leia-se dizer que a paralização das obras é culpa da gestão de Jackson e blá blá...). Filuca saiu de lá do mesmo jeito que desejava que Jackson tivesse saído, debaixo de vaias e muitas reclamações. Taí ave de mal agouro.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Estudantes maranhenses passam fome no aeroporto de Brasília

Pelo jeito o novo Secretário Estadual de Esportes e Juventude do Maranhão, Roberto Costa, parece mesmo disposto a ganhar o título de pior gestor da pasta dos últimos anos. Em setembro último ele chegou a cancelar a participação maranhense nas olimpíadas escolares brasileira, categoria infantil, que aconteceu em Poços de Caldas, Minas Gerais.

Na noite de terça-feira, no aeroporto de Brasília, jovens de 15 a 17, atletas interessados em participar das Olimpíadas Escolares que iniciam hoje em Maringá, no Paraná, passam fome.

A delegação maranhense ficou sem almoçar e jantar e só deve chegou a cidade paranaense na madrugada desta quarta-feira (11/11).

Isso tudo ocorre por conta da desorganização da Secretaria de Esportes e Juventude que só permitiu a viagem dos atletas nesta terça-feira (10/11).

Muitos deles vão competir logo hoje, no primeiro dia dos jogos.

As informações foram passadas ao blog do Elias Lacerda (Portal AZ) pelo professor de atletismo, Nilson de Sousa, timonense que tem dois alunos que vão participar dos jogos.

Atletas do Piauí viajaram, preventivamente, ainda segunda-feira para participarem da competição e passaram todo o dia de terça concentrados para as olimpíadas.

Fonte:www.jornalpequeno.com.br/blog/Raimundogarrone/

PAPO CABEÇA: Por essas e por outras que a moçada já rebatizou o ex-jovem chamando-o"Roberto de Costa para juventude"

JUNTOS PELA “DESORDEM” DA OAB DO MARANHÃO


No dia 14 de outubro, confirmou-se o que muitos já esperavam a união do Grupo Inova OAB liderado pelo Advogado e procurador do estado Daniel Blume a chapa do advogado Roberto Feitosa. Com a fusão de ambas as chapas nasceu a denominação “Juntos pela Ordem”.

A chapa das grandes “mentes brilhantes”, que de ordem! Não tem absolutamente nada, Indicou para presidente, Roberto Feitosa enquanto Blume passou para a condição de vice. A partir daí estava formada a grande “união do mal” afim de enfrentar o desconhecido Isaac Filho e o candidato da situação Mário Macieira.

DEBATES
Durante o último debate entre os candidatos ao cargo de Presidente do Conselho Seccional da OAB/MA, realizado no auditório do jornal O Imparcial, Mario Macieira fez uma breve explanação sobre a sua atuação enquanto conselheiro da OAB junto ao Conselho Nacional de Justiça-CNJ e a Corregedoria Geral do Tribunal de Justiça do Maranhão.

O advogado destacou sua luta pela uniformização dos horários do Judiciário, contra o excesso de funcionários nos gabinetes dos desembargadores, enquanto as varas funcionam de maneira precária, contra a aquisição de veículos, quando a Primeira Instância permanece desaparelhada e sem condições adequadas.

Macieira ainda aproveitou o momento para desmentir Roberto Feitosa da chapa “Juntos pela desordem”. Que durante o último debate realizado no auditório do Centro Universitário do Maranhão-Uniceuma, disse que atual gestão da OAB só atingiu a meta em decorrência de um perdão de R$ 600 mil do Conselho Federal e não passou R$ 100 mil para a Caixa de Assistência dos Advogados do Maranhão (CAAMA), presidida por ele. Veja o vídeo.


Em nota o atual presidente da OAB, Calda Góis, também rebateu a denúncia feita por Feitosa. Veja abaixo.

_________________

NOTA OFICIAL

A Seccional Maranhense da Ordem dos Advogados do Brasil, tendo em vista as notícias veiculadas na imprensa local a respeito de declarações do Presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Maranhão, advogado Carlos Roberto Feitosa Costa, vem de público, a bem da verdade, esclarecer o seguinte:


1) A OAB/MA não tinha qualquer débito com a Caixa de Assistência dos Advogados do Maranhão (CAAMA) no dia 31 de dezembro de 2008, diferentemente do que alegou o Presidente daquele órgão durante debates entre os candidatos à presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, realizados nos dias 29/10, no Centro de Ensino Universitário do Maranhão (Uniceuma), e no dia 05 do corrente mês no auditório do Jornal O Imparcial, conforme registrado no balanço das duas entidades;

2) A OAB/MA, graças ao seu planejamento e organização, fechou o exercício de 2008 com superávit, que não decorreu de auxílio financeiro ou qualquer anistia ou perdão de dívida da ordem de 600 mil reais, como afirmou indevidamente o Presidente da CAAMA, conforme pode ser verificado na prestação de contas da OAB/MA de 2008, disponível na página eletrônica da entidade desde sua aprovação pelo Conselho Seccional;

3) A OAB/MA sobrevive única e exclusivamente das anuidades pagas pelos advogados e seus diretores não são remunerados pelo seu trabalho. Dos recursos arrecadados com as anuidades 20% vão para a Caixa de Assistência dos Advogados; 10% para o Conselho Federal; 3% para o Fundo Cultural; e 2% para o Fundo de Integração e Desenvolvimento Assistencial dos Advogados (Fida). Os 65% restante são destinados à Seccional da OAB, Subseções e serviços.

4) A sistemática adotada atualmente para o repasse de recursos financeiros oriundos das anuidades é de compartilhamento. Ou seja, os percentuais destinados à Caixa de Assistência dos Advogados, Conselho Federal, Fundo Cultural e Fundo de Integração e Desenvolvimento Assistencial dos Advogados são repassados automaticamente pelas instituições bancárias e não passam pelo caixa da Seccional da OAB/MA;

5) A atualização do valor da anuidade referente ao exercício 2008, que estava sem reajuste desde 2006, foi decidida, por AMPLA MAIORIA, com apenas um voto contrário, em sessão do Conselho Seccional realizada no dia 7 de novembro de 2007. O Presidente da CAAMA esteve presente na sessão e anuiu com a proposta, com a concessão de descontos para pagamento antecipado, não manifestando qualquer outra discordância posterior ao reajuste concedido;

6) Esclarece, finalmente, que a fixação da anuidade de 2009, repetindo os valores das anuidades de 2008, foi decidida por UNANIMIDADE pelo Conselho Seccional em 17 de dezembro de 2008, sem qualquer manifestação contrária do Presidente da CAAMA, que estava presente à sessão.

José Caldas Gois

Presidente

____________________



A CAAMA DE FEITOSA

(Roberto Feitosa aperreado)

A prestação de contas da CAAMA foi de fundamental importância para desmentir as injurias falácias do candidato Roberto Feitosa para com atual gestão da OAB/MA.

Feitosa sempre prometeu transparência em suas propostas de campanhas, porém nunca publicou ou divulgou o balanço contábil da instituição que é administrada com parte dos recursos pagos pelas anuidades dos advogados, cuja quantia é repassada automaticamente assim que os valores são depositados.

As contas da CAAMA demonstram que a entidade encerrou o último exercício fiscal, com déficit de 40%, além de gastos de mais de 30 mil reais, com homenagens e festividades e quase 20 mil reais com diárias e hospedagens. É mole ou quer mais?

HONORÁVEIS PADRINHOS
A chapa “Juntos pela desordem” é ligada diretamente a governadora Roseana Sarney e ao seu marido Jorge Murad, ambos envolvidos em milhares de falcatruas pelos paÍs a fora. Um dos grandes escândalos é o da dinheirama lavado por Jorginho e Roseana nos escritório da Lunus, que acabou levando para o fundo do poço o sonho do senador José Sarney de ver a sua filhinha na presidência da república.

Para os advogados Roberto Feitosa e Daniel Blume, ainda cabe aquela frase “Me diga com quem tu andas e te direi quem tu és!”. Na foto abaixo, os padrinhos Roseana Sarney e Jorge Murad, aparecem ao lado de seu afilhado Daniel Blume.


VALE LEMBRAR
Em um momento de grave crise no Poder Judiciário maranhense, com denúncias de venda de sentenças, processos fraudulentos, desembargadores sendo obrigados a devolver diárias indevidas e agressões verbais, com palavras de baixo calão entre membros do TJ estadual, diante de todo o Brasil, os poderosos da Justiça do Maranhão ainda insistem em usar seus velhos métodos, agindo nos bastidores, como se fossem ratos de bueiros imunes a mais um grande e fatídico escândalo.

Fonte: www.marcioacordaalice.blogspot.com

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

ASSIS, FILHO DA CONTRADIÇÃO


O Vice-Presidente do CEJOVEM e Vereador de PIO XII (PP), Assis Filho, parece que anda meio “lelé” da cuca. No afã de defender o eterno suplente e dublê de secretário, Roberto Costa, seu novo aliado. Assis publica um monte de abrobrinha e “escorrega feio na maionese”

O Vereador e até hoje Vice-Presidente do CEJOVEM começa informando de uma certa reunião de conselheiros da sociedade civil e o ex-jovem Roberto Costa. Veja o que diz Assis: Raimundo Penha já sabia que o grupo de conselheiros de juventude que apóiam o governo Roseana já tinham se reunido com Secretário Roberto Costa na sexta-feira (06/11)...” Pelo texto fica nítido que tratava-se de uma reunião política ou talvez de politicagem e nada de institucional. Tanto que o jovem apressadinho deixa claro que tratava-se de um grupo de apoio ao (des) governo de sinhá Roseana.

Assis desliza feio e confessa a forma discriminatória e mesquinha de como Costa vem tratando os assuntos da juventude, mais específico o CEJOVEM, mesmo que para isso precisem atropelar a institucionalidade e impessoalidade, ambas obrigações de um gestor público.

Sem contar que o blogueiro dá uma volta ao mundo e termina dizendo "que a posse será nos próximos dias". Moral da história: a representação é mais que útil e servirá para Costa definir uma data exata, nem que seja por imposição do MP.

ASSIS, FILHO DA DESINFORMAÇÃO

O Blogueiro Assis anda muito ocupado fazendo a defesa de sinhá roseana e do dublê de secretário, Roberto Costa, talvez por isso tenha ficado um pouco confuso.

Informo que a representação não trata só da posse, mais diz respeito também da estrutura para funcionamento e da reestruturação da legislação, ambas, necessárias para funcionamento de CEJOVEM. Assis como Vice-Presidente, certamente, apóia as duas pautas, ou não?

ASSIS, FILHO DA DELAÇÃO
Assis que fala pelos cotovelos, acabou por confirmar o que já havíamos publicado: sinhá Roseana amarelou e não irá na posse do CEJOVEM.

ASSIS, FILHO DA BALAIADA


Assis Filho tem uma velha história de amor com a balaiada, ou melhor, com alguns balaios. Acho que essas críticas que faz aos balaios deve ser amor recolhido. Dizem que o ódio é o sentimento mais próximo do amor, se for verdade, já está explicado o probleminha do jovem progressista.

Só para lembrar, nas eleições de 2006, Assis fez campanha para os seguintes candidatos: Deputado Estadual Pedro Veloso (do PDT), Deputado Federal Ribamar Alves (do PSB), Senador João Castelo (do PSDB) e Governador Jackson Lago (do PDT). Um autêntico balaio, não? Somente no segundo turno o Conselheiro “roseanou” e só o fez por desavenças com seu grupo político local.

Ah, já ia esquecendo, Assis se elegeu Vice-Presidente com os votos dos balaios, incluisive, Weverton Rocha foi um de seu eleitores mais entusiasmado.

ASSIS, FILHO DO ESTRESE
Assis ficou estressado com a publicação do resultado da enquete postada em seu blog. Na enquete o dublê de secretário, Roberto Costa, tem um péssimo desempenho.

Outro motivo do estresse de Assis foi o resultado da enquete postada neste blog. Nesta, o assessor de Roberto Costa, Ruy Pires, desponta como favorito para presidência do CEJOVEM. Segundo confessou Assis a uma fonte, o resultado da enquete serviu para Pires convencer Roberto Costa de sua candidatura a presidência do CEJOVEM.

Ledo engano, fica visível até aos mais ingênuos que Pires mobilizou céus e terra para ter o resultado a seu favor. Entretanto, não se pode negar que pelo menos nesse quesito o candidato WO foi eficiente, deu uma surra de votos em seu chefe, o eterno suplente Roberto Costa.

Assis resolveu agir como o marido que encontra a esposa traindo no sofá e para resolver o problema joga o sofá fora.

ASSIS, FILHO DA REVANCHE
Como "troco" e num ato de puro "despeito", Assis resolveu publicar o resultado de algumas enquetes em que avaliam a gestão do presidente do CEJOVEM e do ex-secretário Weverton Rocha.

Alguns detalhes chamam atenção:

A enquete em que o eterno suplente e dublê de secretário, Roberto Costa, tem uma péssima avaliação é do blog de Assis Filho, que é roseanista e defensor de Costa.

Acredito que maioria dos leitores sejam roseanistas e dai que os próprios roseanistas avaliam negativamente a gestão de Roberto, que já vem sendo apelidado de "Roberto, de Costa para juventude".

Já era de se esperar que os leitores de Assis reprovassem a gestão de Weverton, (a surpresa foi reprovarem a de Roberto Costa) afinal de contas, como já falado o blog de Assis é roseanista, estranho seria se aprovassem Weverton (que é balaio), não?

ASSIS, FILHO DA INGRATIDÃO
A avaliação da minha gestão, mesmo num blog roseanista me pareceu sensata.Teve até uma parcela de mais de 1/3 que avaliou como ótima, dá para acreditar? Milagres acontecem!. Pelo que recebo com maturidade e naturalidade. Inclusive concordo com os internautas, muitas coisas ficaram pelo meio do caminho, muitos sonhos foram adiados, mais a luta continua!.

Aproveito para carinhosamente dividir o resultado com Assis Filho que durante toda gestão ocupou a vice-presidência e esteve ao meu lado em todos os momentos, ajudando a tomar todas as decisões certas e erradas.

SÓ DE MAL: Obrigado Assis vc foi o melhor vice-presidente que o CEJOVEM já teve.

Revista Exame e Roseana

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Nesse mundão sem porteiras, principalmente para a informação que chega de maneira avassaladora e ostensiva, está mais difícil aos que vivem de criar factóides em mantê-los vivos por muito tempo. Bons tempos aqueles em que, possuindo a concessão de uma televisão, rádios e jornais, podia-se moldar em benefício próprio tudo o que se quisesse. Qualquer contraponto levava meses para ser divulgado e assim a influência de um grupo bem aparelhado sobrevivia durante muitos anos. Assim foi aqui no Maranhão durante o domínio da oligarquia. Quem tinha o comando dos meios de comunicação reinava absoluto. Primeiramente, apenas os “coronéis” e depois, com o globalização da informação, os “coronéis eletrônicos”.

Roseana Sarney, que não gosta de ser assim chamada, parece não ter ainda se dado conta de que os tempos mudaram e que hoje é muito difícil, praticamente impossível, manter versões falsas de seus feitos ou realizações. Ainda que tenha ao seu redor um séquito de marqueteiros de primeira linha. Estes até que tentam, mas seus esforços em manipular por realidade não subsistem muito tempo. Simplesmente não dá mais. Ponto.

Quando ela tentou construir uma imagem de dinamismo e modernidade, de prestígio e interesse pelo desenvolvimento do estado para essa mais recente gestão que lhe foi presenteada por 4 ministros do TSE, ela não conseguiu ir muito além da pantomima de juntar empresários para dizer que estavam trazendo grandes projetos, bilhões de reais e empregos para todo o mundo.

Pois bem, isso não resistiu a realidade - que se impõe, naturalmente - e os agentes escalados para o palco televisivo não foram capazes de avançar ou inovar muito além de protagonizarem declarações de boa vontade com a governadora Sarney Murad e com o Maranhão. Praticamente nada ficou de saldo ou de benefícios para o estado. Pura, puríssima propaganda.

Ambos proprietários de sistemas de comunicação compostos por televisões e rádios (e ainda jornais no caso dela), Roseana e Lobão acharam uma excelente oportunidade de tirar o governo do marasmo e da mesmice de sempre e elegeram a refinaria da Petrobras como a salvação de seus problemas, a solução que buscavam desesperadamente. Esse trunfo já havia sido usado em 1994, data em que Roseana se candidatou ao governo do estado, e quando ela inaugurou a tentativa de esconder o Sarney de seu nome. Nessa época, até folderes foram editados, exuberantemente coloridos, como bem mostrou o vigilante Jornal Pequeno...

Agora, aproveitando o reforço que a passagem de Lobão pelo Ministério de Minas e Energia agrega ao grupo, copiaram e requentaram o embuste, nutrindo-o com a credibilidade que o enfoque ministerial-federal confere ao tema. Entretanto, Roseana e tampouco Lobão esperavam que o presidente da Petrobras, Sergio Gabrielle, colocado na difícil posição de se responsabilizar pela lambança, se eximisse de todo o mise-em-scène, informando-nos a todos que uma refinaria como tal trata-se de um projeto muito complexo, necessitando de vários estudos de dificuldade crescente e que demandam anos para serem elaborados. Coisa para nove a dez anos antes de ficar pronta...

Em outras palavras: de nada servirá como combustível para a eleição de 2010.

É bem verdade que logo no início do imbróglio, os espertos ensejaram um movimento de ataque àqueles que mostravam a fragilidade e inconsistência dessa grande montagem midiática, mas hoje parece-nos bastante claro que dificilmente alguém acreditará nesta baboseira.

Mas Roseana é insistente. Como não tem nada a apresentar de revolucionário e efetivo, promove as tais reuniões com os tais empresários... Como não era de se surpreender, destacou-se a badalada e controversa figura de Eike Batista, maior contribuinte individual das campanhas de Sarney pai e Sarney filha. Assomam projetos em profusão. Para todos os gostos e feitios. Lula, em seu esforço de vender ao mundo um Brasil em formidável estágio de desenvolvimento, ficaria encabulado com o ainda mais formidável desenvolvimento do Maranhão, se levasse a sério as palavras saídas da retórica devaneante de Roseana Sarney.

Mas... Como falei antes, hoje é mesmo difícil manter factóides descolados da realidade por muito tempo.

Um exemplo disso foi dado recentemente pela revista Exame, cuja especialidade é noticiar o mundo econômico e empresarial. A publicação, que não tem nada com o que diz a governadora do Maranhão, colocou nas bancas uma edição voltada para o crescimento do Nordeste, listando novos empreendimentos e seus estados respectivos. Nesse momento, o Maranhão não parece figurar no contexto de maravilha que Roseana tentou nos convencer. Ela vai ficar muito contrariada.

A matéria de capa da revista intitula-se “Nordeste - Aqui o Brasil Cresce Mais Rápido". Seu conteúdo é otimista e tenta mostrar o dinamismo do crescimento da região. Traz uma lista de empreendimentos confirmados por estado. A única refinaria citada é a de Pernambuco, que ainda não saiu do papel, e já havia sido matéria de propaganda eleitoral de Lula quando disputou a reeleição. Até agora, a única coisa visível é a terraplanagem do local onde será erguido o projeto.

Ainda assim, Pernambuco traz a maior lista de empreendimentos. São sete. Em seguida, tem-se a Bahia com quatro e o Ceará com dois. O Maranhão também conta com dois projetos, além de um outro que divide com o Piauí. Os outros estados fecham a lista cada um com uma menção.

Para aborrecer ainda mais a governadora dos factóides, nenhum projeto constante da publicação foi trazido por ela como governadora. São eles: a Ampliação da Alumar (que começou no meu governo, com a concessão de todas as licenças do projeto) e a ampliação do Porto do Itaqui ( que se iniciou também durante o meu governo e cujo atraso na liberação de recursos das emendas dos parlamentares do Maranhão deveu-se como sempre a atuação da corriola de Sarney.

O projeto que dividimos com o Piauí é a Fabrica da Suzano, que veio para cá na esteira das condições viabilizadas durante o governo de Jackson Lago.

Eis então a famigerada pergunta: E Roseana? Nada. Mas quem se surpreende?
E a reitera outros esclarecimentos ao expor que no passado o Nordeste tinha base numa estrutura quase feudal, na inexistência de tecnologia e na escassez de grandes empreendimentos. Não havia, numa conseqüência óbvia e cruel, oportunidade. Não bastasse isso, argumenta que a escolaridade da região é muita baixa, empurrando-a para baixo no ranking do desenvolvimento. Por fim, destaca, para o nosso desconforto, o Maranhão e Alagoas como possuidores dos piores indicadores sociais da região.

Só deixaram de mencionar que em 2002 (quando Roseana deixou o seu segundo mandato como governadora) não havia ensino médio em 157 municípios do Maranhão e a escolaridade média no estado era 4,5 anos. Também não comentaram o histórico de agudeza das vicissitudes enfrentadas pelo estado nos 40 anos de domínio oligárquico da família Sarney e a inoperância destes em conduzi-lo, mesmo tendo o seu patriarca chegado à Presidência do país. Podia ter sido muito diferente se essa família não escravizasse o estado durante tanto tempo...

Contra isso é que seguimos no front.

Em tempo: Nossa admiração e aplauso ao bom exemplo dado pelo Sindicato dos Farmacêuticos do Maranhão, que não se cala e não desiste de sua luta em impedir a liquidação do sistema de saúde do nosso estado. Avante!

FONTE: www.josereinaldotavares.blogspot.com/

Grupo Sarney é intolerante, afirma presidente da Assembleia Legislativa

presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), afirmou que o grupo Sarney é intolerante no que se refere a ideias divergentes. Segundo o parlamentar, esse comportamento é ultrapassado e antidemocrático.

A afirmação de Tavares surgiu em aparte ao discurso do também deputado Edivaldo Holanda (PTC). Na oportunidade, Holanda pedia a aprovação de requerimento para que a Casa constituísse moção de desagravo ao Sindicato dos Bancários devido ao episódio ocorrido durante o lançamento do livro “Honoráveis Bandidos”, em que um grupo invadiu o recinto e entrou em confronto com várias pessoas.

Vários deputados alinhados ao governo disseram ser contrários à moção muito embora Edivaldo Holanda tenha por reiteradas vezes dito que o documento seria de apoio ao Sindicato dos Bancários, pelos prejuízos ocorridos e não contra o grupo de apoio ao governo do Estado.

Neste momento Tavares manifestou-se. “O que me entristece é o que está acontecendo após esse episódio do lançamento do livro e, independente do que é tratado naquele livro, para todos nós do Maranhão, eu acho que existe uma única palavra que traduz com perfeição ao que nós estamos assistindo hoje, deputado Edivaldo, e essa palavra é intolerância. É o desrespeito ao contraditório, é o desrespeito à democracia”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa.

“O presidente Sarney comanda um grupo com mão de ferro, e os seus seguidores aqui do Maranhão, ou parte deles, não aceita as opiniões divergentes. E isso é intolerância. Todos nós, e todos eles, só temos mandatos porque nós vivemos regimes de tolerância, um regime democrático, um regime onde as forças, as vontades e as opiniões divergentes têm livre trânsito, têm a capacidade de percorrer todos os cantos do país”, acrescentou.

Marcelo Tavares reforçou a crítica a esse tipo de comportamento, principalmente no Legislativo estadual. “O que nós vemos nada mais é do que intolerância. Acho que isso realmente tem que entristecer esta Casa, o povo maranhense e todos nós, porque viver no ambiente democrático, onde as opiniões têm que ser censuradas é uma falácia. Então, não há uma democracia sem parlamento livre, e existe democracia sem opiniões livres? Eu acho que não. Então, as palavras são bonitas e têm que ser seguidas pela prática”, finalizou. (Da Agência Assembleia)

ETERNOS SUPLENTES: STF confirma liminar que suspendeu posse de vereadores

Nova regra só valerá para 2012. Só resta aos suplentes guardar o paletó!

Com exceção do ministro Eros Grau, o Plenário do Supremo Tribunal Federal referendou a decisão da ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha nas Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADI 4307 e ADI 4310) contra a “PEC dos Vereadores”. Na sessão de hoje (11) houve o referendo à liminar anteriormente concedida na ação ajuizada pela Procuradoria Geral da República (PGR) e a concessão de liminar idêntica no processo envolvendo o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A ministra suspendeu, em decisão monocrática, a posse, retroativa às eleições de 2008, de vereadores suplentes.

Ao votar pela manutenção da liminar, a ministra argumentou que o pleito foi encerrado em 2008 e que a posse de suplentes, agora, afrontaria a soberania popular, prevista na Constituição Federal.

CONFIRA COMO VOTOU CADA MINISTRO:

Dias Toffoli
Primeiro a acompanhar a relatora, o ministro José Antonio Dias Toffoli afirmou que o juiz deve votar com a razão, não com a emoção. “O meu coração pode estar com os suplentes de vereadores, mas a minha razão está com a Constituição. No momento em que o eleitor se dirigiu às urnas para votar nos vereadores, ele tinha um número especifico de cadeiras para preencher. É evidente que o eleitor, ao votar, faz contas e, se o número de cadeiras fosse outro, ele poderia ter votado em outro candidato. A liberdade de voto exercida em 2008 foi pautada por esse critério pelo eleitor ao exercer a soberana do voto”, afirmou o ministro Dias Toffoli.

Ricardo Lewandowski
Em seu voto, o ministro Ricardo Lewandowski afirmou que o reconhecimento de vigência e eficácia imediatas à PEC dos Vereadores (PEC 58/2009) violaria, a um só tempo, dois princípios constitucionais. “Nós estaríamos admitindo que o próprio equilíbrio de forças políticas no âmbito dos municípios que resultou da aplicação das normas eleitorais vigentes à época do pleito de 2008 poderia ser alterado. Nós estaríamos então atentando frontalmente, a meu ver, contra o princípio não só da anualidade, como também estaríamos vulnerando o devido processo eleitoral”, afirmou.

Eros Grau
Único a divergir, o ministro Eros Grau citou em seu voto três Ações Diretas de Inconstitucionalidade (ADIs 3104, 3685 e 3741) que tratam da aplicação imediata. “Não vejo no caso nem violação ao processo eleitoral nem ao principio da segurança jurídica. Eu diria mesmo que não me permitiria interpretar a Constituição e nem mesmo emenda constitucional à luz da lei ordinária. Lembro-me aqui e agora da ADI 3104 em que se afirmou que não há direito adquirido contra emenda constitucional, com relação à aplicação imediata da regra nova que não afronte o artigo 16 da Constituição. E aqui não há afronta a esse dispositivo”, afirmou. O artigo citado dispõe que a lei que alterar o processo eleitoral deve entrar em vigor na data de sua publicação, não se aplicando à eleição que ocorra até um ano da data de sua vigência.

Carlos Ayres Britto
O ministro Carlos Ayres Britto, que preside o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reportou-se, em seu voto, à consulta formal (Consulta 1421) feita à Corte eleitoral pelo deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE), quando do início da tramitação da PEC 58, na qual indagou sobre a eficácia imediata da emenda. Na ocasião, o TSE pronunciou-se, de forma unânime, no sentido de que a emenda só teria aplicação imediata se fosse publicada antes do fim do prazo das correspondentes convenções partidária, ou seja, antes de 30 de junho do ano da eleição. Os ministros Marcos Aurélio Mello e Cezar Peluso votaram nessa consulta, além do próprio Ayres Britto.

“Só há uma forma de investidura legítima nos cargos de representação popular, é pelo voto mediante a audiência do eleitorado. Fora disso não há legitimidade na investidura, tirante aqueles casos de chamamento do suplente por efeito de uma classificação que se faz nos termos do Código Eleitoral e de acordo com os diplomas expedidos pela Justiça Eleitoral. Pensar diferente é fazer da emenda um substitutivo, um sucedâneo da urna. É conferir à emenda à Constituição a dignidade de voto, de voz do eleitor. Nós sabemos que só quem tem voto é o eleitor, nos termos do artigo 14 da Constituição”, afirmou Ayres Britto, acrescentando que permitir que uma PEC confira mandatos seria um “caso bizarro e esdrúxulo de eleição por ato legislativo”.

Cezar Peluso
O vice-presidente do STF, ministro Cezar Peluso, agradeceu ao ministro Ayres Britto a referência à consulta do TSE, afirmando que já “não se lembrava que tinha razão desde aquele tempo”. Peluso acompanhou a ministra Cármen Lúcia e afirmou que o caso em questão envolve uma norma casuística, na medida em que buscou alterar o resultado de um processo eleitoral já exaurido. “O caso em questão não trata de vereadores que tenham sido eleitos pelo povo, segundo a Constituição determina. Teriam sido eleitos por uma emenda constitucional. Já nisso teríamos ofendido alguns direitos fundamentais, sobretudo dos cidadãos; sem falar nos direitos dos próprios políticos, que definem os seus candidatos em função do quadro desenhado pela legislação vigente”, ressaltou.

Marco Aurélio
Para o ministro Marco Aurélio, o pronunciamento do TSE na consulta feita pelo deputado Gonzaga Patriota esclareceu um item importantíssimo que deixou bem claro que a data-limite para aplicação da emenda para as eleições municipais de então deveria preceder o início do processo eleitoral, ou seja, o prazo final de realização das convenções partidárias. “Começo por fazer justiça aos nossos congressistas. Não imagino que hajam abandonado as noções primárias relativas ao conflito de normas no tempo. A razão de ser do inciso I do artigo 2º da Emenda, que, segundo os veículos de comunicação poderá acarretar um aumento de sete mil cadeiras nas Câmaras de Vereadores, decorreu do fato alusivo ao início da tramitação da PEC. Se aprovada em um tempo não muito longo, nós talvez pudéssemos ter a observância ainda nas eleições de 2008, mas essa emenda é de 23 de setembro de 2009”, afirmou.

Celso de Mello
O decano do STF, ministro Celso de Mello, afirmou, em seu voto, que a representação política tem como fonte normal e indeclinável o sufrágio universal, não sendo admissível a escolha para o cargo eletivo por outra forma que não seja pelo voto. Ele qualificou a situação de preocupante. “O mandato tem como substancial a sua origem na vontade dos eleitores, que é protegida por uma cláusula magna de nossa Constituição, que consiste no postulado da soberania popular. Nós estamos em face de tais suplentes como se fossem ‘os representantes dos representantes do povo’, uma vez que se optou aqui por uma fórmula esdrúxula, extravagante, além de frontalmente incompatível com o nosso modelo constitucional de se investir alguém no exercício de mandato representativo por meio de emenda à Constituição”, afirmou Celso de Mello.

Gilmar Mendes
O presidente da Corte, ministro Gilmar Mendes, também confirmou a liminar concedida pela relatora. Entre outros argumentos, ele lembrou que o artigo 16 da Constituição Federal, que dispõe sobre a necessidade da anterioridade de um ano de norma que altere o processo eleitoral, contém elementos mínimos de segurança jurídica para balizar o processo eleitoral. “Mesmo que não se aplique o dispositivo em toda sua extensão - porque a Emenda 58/09 não trata do processo eleitoral em si – é necessário que se respeite alguns elementos mínimos do que o ministro aposentado Sepúlveda Pertence chama do ‘devido processo legal eleitoral’”, concluiu o presidente, confirmando que a emenda não pode retroagir para alcançar o pleito já concluído de 2008.

COM INFORMAÇÕES:www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=115959

Estados com menos defensores públicos se concentram nas regiões Norte e Nordeste


Áreas abrigam 6 dos 7 Estados que estão abaixo da média brasileira de profissionais do setor por pessoas pobres, afirma levantamento

Dos sete Estados com mais necessidade de defensores públicos, seis estão no Nordeste ou no Norte, mostra estudo da ANADEP (Associação Nacional dos Defensores Públicos). Maranhão, Alagoas, São Paulo, Bahia, Rondônia, Amazonas e Piauí são os Estados onde a relação entre defensor e quantidade de pobres que podem vir a precisar do serviço é pior que a média brasileira, de um defensor para cada 32 mil pessoas.

As defensorias Públicas são responsáveis por garantir o apoio jurídico e a defesa para quem não pode pagar um advogado. Em alguns dos estados onde a proporção dessas pessoas é maior, a situação de defensores deixa muito a desejar. É o caso do Maranhão que, em 2008, tinha apenas um defensor para cada grupo de 105 mil pessoas que poderiam precisar. A pesquisa considerou como público-alvo da defensoria o número de pessoas com mais de 10 anos recebendo até três salários mínimos. Em Alagoas, segundo pior da lista nesse quesito, a razão é de um defensor para grupo de 80 mil. São Paulo, o único estado do Sudeste com indicador abaixo pior que a média brasileira, tem um profissional a cada 72 mil pessoas.


Mesmo a média nacional é insuficiente, diz André Castro, presidente da ANADEP. Em todo o país, menos da metade (42,7%) das comarcas contou com a atuação de defensores no ano. “É preciso que a Defensoria Pública alcance cem por cento das comarcas”, defende Castro. “Esse dado significa que, em mais da metade delas, o Estado está presente para julgar, está presente na figura do promotor, mas não está presente para defender”, aponta.

Os dados estão no III Diagnóstico das Defensorias Públicas no Brasil, um levantamento sobre as condições das Defensorias Públicas Estaduais e da União. A pesquisa, lançada no início de novembro, foi realizada pela ANADEP e pelo Ministério da Justiça, com apoio do PNUD.

As melhores condições estão em Estados pouco populosos, como Roraima, Acre e Paraíba. Apesar disso, regiões populosas também têm bons índices. No Distrito Federal, são 10 mil habitantes que podem precisar do serviço por defensor e, no Rio de Janeiro, 15 mil. “A lógica deveria ser o contrário, a população mais carente é a que mais precisa do defensor público”, observa Castro .

Salários baixos

Apesar de faltarem defensores, sobram vagas. Mais da metade dos Estados têm menos de 60% das vagas de defensor público ocupadas.

Para Castro, uma das razões para isso são os baixos salários. Além de terem a proporção mais desigual de defensores por habitantes, Estados pobres também são os que oferecem os salários mais baixos para esses profissionais.

Isso, aponta, acaba estimulando a evasão. Os defensores passam no concurso público e depois acabam trocando a carreira por outro segmento da área jurídica que pague mais. Segundo o estudo, a cada 12 dias um defensor de Minas Gerais abandona seu posto.

A média de remuneração para defensores entre os sete estados em pior situação é de R$ 10,6 mil. “Promotor, procurador, juiz, delegado de polícia, qualquer dessas carreiras oferece ao menos o dobro disso”, afirma Castro.

Falta de funcionários e más condições de trabalho são outros fatores. Em 12 Estados, há mais defensores que computadores disponíveis. Na Paraíba, são apenas 21 equipamentos para mais de 1,1 mil funcionários. Em alguns locais, os aparelhos não estão conectados na internet. Apenas 34% dos computadores das defensorias do Rio de Janeiro têm acesso a web.

Para Castro, a melhora das condições de trabalho não só evita a evasão, mas também permite que um defensor consiga atender mais pessoas. “É claro que ainda é preciso aumentar o número de defensores, mas melhorando as condições sobra mais tempo para o defensor atender”.
FONTE: www.pnud.org.br/seguranca/reportagens/index.php?id01=3348&lay=jse
DAYANNE SOUSA

PAPO CABEÇA: permanece o sonho do dia em que o Maranhão vai liderar ranques de desenvolvimento. Enquanto isso na propaganda da mirante...